terça-feira, 12 de julho de 2016

AS 10 MELHORES CAFETERIAS DO MUNDO - Matéria de DANILO LODI (Mixology News)


Fazer a lista das 10 melhores cafeterias do mundo é uma tarefa quase impossível!

      Resolvi falar apenas das melhores fora do Brasil, até porque dá para fazer um top 10 fácil apenas com as nossas cafeterias. A seleção foi difícil e está em ordem alfabética – quem sabe daqui uns anos não faço um top 20?


      O melhor serviço de atendimento ao cliente do mundo. Se você conhece alguma outra que consegue ter um serviço melhor, por favor me avise. Uma equipe dedicada e que sabe muito sobre todos os produtos da casa. Cafés selecionados de várias partes do mundo, servidos e preparados com excelência. Tive a oportunidade de visitar a primeira loja, ainda no andar de baixo de uma danceteria, mas hoje as duas lojas da cidade têm charme, serviço de primeira (não canso de enfatizar) e comidas maravilhosas para acompanhar!





















Blue Bottle – Brooklyn, Estados Unidos

      Hoje a Blue Bottle já tem filiais em todo o território americano e até no Japão. Mas essa pequena cafeteria com torrefação escondida no Brooklyn é de encher os olhos. Baristas muito habilidosos preparam em esquema de fast-food vários cafés filtrados, expressos e lattes para o exigente público local. Não se assuste com a fila, porque anda bem rápido.


























Drop Coffee – Estocolmo, Suécia

      Uma portinha discreta esconde um dos melhore cafés do mundo. A Suécia é conhecida como “mãe” do café filtrado e podemos ver bem o porquê no Drop Coffee. Joanna Alm, idealizadora, proprietária e mestre de torra está sempre à frente dessa cafeteria premiada em competições internacionais, formando baristas e encontrando cafés que vão deixar você com vontade de comprar toda a gôndola.
























Johan & Nyström – Estocolmo, Suécia

      É difícil não tomar café bom em Estocolmo. Um outro grande exemplo que junta cafés de qualidade, ambiente, serviço e marketing de primeira é Johan & Nyström. Disputando sempre com Drop Coffee como a melhor da cidade (e do mundo), eles produzem pacotes de café muito bem desenhados que expressam bem de onde vem o café, notas sensoriais e design único. A equipe é cheia de campeões que são verdadeiros mestres na arte de servir um bom café.





















Notes Coffee – Londres, Inglaterra

      Em 2010 eu tive a oportunidade de fazer um “bico” de duas horas para ajudar o amigo Fábio Henrique Ferreira com o seu coffee kart, o Flat Cap em Londres. Nos anos seguintes ele criou a Notes Coffee, sua primeira loja física e daí em diante foi só sucesso. Hoje, considerada uma das principais torrefações do país, Notes serve cafés da mais alta qualidade deveria vir como verbete no dicionário da palavra especial. Além desse trabalho magnifico, se tiver oportunidade de tomar um café da manhã, não deixe de pedir o melhor eggs Benedict que eu já provei!

























Paradigma Café – Cidade da Guatemala, Guatemala

      Raul Rodas foi campeão mundial em 2012. Na época ele já torrava o próprio café e de outras cafeterias com a sua marca Paradigma Coffee. O negócio foi crescendo e, não obstante ele resolveu abrir um charmoso café em um dos centros comerciais da cidade. Sem a menor dúvida são os melhores cafés guatemaltecos que você provará! O café nitrogenado vale muito a pena e, se quiser conhecer um pouco mais das regiões produtoras, fique de olho nas degustações semanais ou compre um de cada região torrado pelo mestre Raulito!






















Reuben Hills – Sydney, Austrália

      Quando falamos de cafés na terra dos cangurus, a principal referência é Melbourne. Mas eu tive a sorte de me hospedar na mesma rua de uma das melhores cafeterias do país e, para minha surpresa era em Sydney. Pense em um restaurante com cafés excelentes, cappuccinos e flat whites de tirar o fôlego e uma atmosfera amigável. Esse é o Reuben Hills, onde tudo o que for pedido será uma experiência sensorial completa.






















Slate – Seattle, Estados Unidos

      Escolher uma única cafeteria em Seattle era missão quase impossível. Uma cafeteria escondida, longe do centro, mas que arrasta turistas e locais ávidos por um café de qualidade. O design minimalista do local e os cafés são o ponto alto. Não deixe de provar o latte desconstruído. Todos os cafés de origem africana são um deleite para o paladar de quem aprecia cafés cítricos.

























St. Ali – Melbourne, Austrália

      Renomada torrefação australiana, a St. Ali abriu sua primeira cafeteria para demonstrar como o total potencial dos seus cafés. O trabalho de ponta a ponta da cadeia é muito importante para eles, pois além de viagens regulares para os países de onde compram o café, o investimento em aperfeiçoamento na arte da torra e o intenso treinamento de funcionários é o grande foco da marca. Cada extração é feita com perfeição laboratorial e todo o desenvolvimento do cardápio tem um porquê de acordo com os cafés servidos.


























Coffee Collective – Copenhagen, Dinamarca

      Uma cafeteria que eu visitei em 2010 e, seis anos depois ainda posso citar todos os sabores que encontrei em seus cafés. O time estelar de sócios deveria intimidar aos conhecedores de cafés, mas é ao contrário: você se sente confortável, em um clima quase caseiro onde a cozinha não tem divisão e o barista está sempre disponível para responder suas perguntas. Não existe nada no menu que eu não indique, mas recomento altamente qualquer café queniano, devido ao intenso trabalho com produtores que essa cafeteria e torrefação desenvolve há anos.





















Menções honrosas e necessárias para:

Joe Pro em Nova Iorque e Intelligentsia em Chicago (EUA)
Seven Seeds em Melbourne (Austrália)
Meca Espresso em Sydney (Austrália)
Taste Coffee em Santiago (Chile)



ROTA DO CAFÉ
Danilo Lodi é barista há onze anos e atualmente é o juiz brasileiro do WBC, o Campeonato Mundial de Barista. Atua como barista, professor, mestre de torra, juiz e bandeirinha. Seus maiores prazeres são viajar, conhecer pessoas e novos cafés. E de tanto viajar para todos os lados, resolveu contar um pouco sobre os melhores cafés e baristas que conheceu.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Ally Coffee faz excursão ao Brasil com renomados baristas internacionais

A empresa do grupo Montesanto Tavares vai apresentar aos famosos profissionais do segmento três regiões de cultivo de café no país




























      A Ally Coffee, trading do grupo Montesanto Tavares, ao lado da Atlântica Coffee, Cafebrás, InterBrasil Coffee, localizadas no Brasil, vai trazer para o país oito renomados baristas internacionais, campeões e vice-campeões das duas principais competições mundiais do segmento, para uma viagem de uma semana a três regiões de cultivo de café no Brasil. Na excursão denominada “Viagem a Origem”, que será realizada de 24 a 31 de julho, esses profissionais conhecerão cidades de Minas Gerais e do Espírito Santo, visitarão fazendas, plantações de café e, ainda, conhecerão os produtores locais . Sempre tendo como um de seus focos de negócio a promoção do café brasileiro no exterior, esta é mais uma forma de a Ally divulgar o Brasil para o exterior como excelente produtor de cafés especiais.

      “Queremos apresentar a esses conceituados baristas a qualidade do nosso grão e toda a cadeia produtiva do café brasileiro. Ao mesmo tempo, queremos que os produtores conheçam esses profissionais que promovem o grão especial em todo o mundo”, explica Bruno Tavares, CEO da Ally Coffee, empresa que atua como importadora e distribuidora de café no mercado americano e no europeu.

      Os baristas, que são profissionais especializados na criação de bebidas a base de café de qualidade, terão uma agenda cheia no Brasil. A chegada será em Vitória (ES), seguindo para Venda Nova do Imigrante. De lá irão para o Alto Caparaó, em Minas Gerais, e conhecerão as fazendas Primavera, em Angelândia, e Matilde, em Capelinha, ambas do grupo Montesanto Tavares. O roteiro termina em Belo Horizonte, onde conhecerão a Wäls e a Academia do Café.

      “Estamos muito felizes porque vamos trazer nomes de peso como Berg Wu, de Taiwan, Tetsu Kasuya, do Japão, Lemuel Butler e Andrea Allen, ambos dos Estados Unidos, todos ganhadores do Specialty Coffee Association of America, realizado em abril, em Atlanta, nos Estados Unidos, ou do World Barista Championship 2016, realizado em junho, em Dublin, na Irlanda. Esses baristas são considerados celebridades nesse meio especializado e os teremos aqui nessa viagem ao nosso país”, comemora Ricardo Pereira, Diretor de Cafés Especiais da Ally Coffee e idealizador da viagem.

      Para animar a excursão, os campeões trabalharão em equipes em vários desafios informais em torrefação, fabricação de cerveja e preparação de café espresso. Também se encontrarão com baristas brasileiros em uma cervejaria artesanal em Belo Horizonte e prepararão suas bebidas no meio do campo de café para os funcionários da fazenda Primavera avaliarem, algo novo para eles.

Também queria ir!!!

terça-feira, 28 de junho de 2016

Empório Árabe lança Chá da Tarde na unidade da Asa Sul

De segunda a sábado, a casa oferecerá rodadas de salgados típicos, pães sírios, pastas, geleias, tortas, doces e bebidas quentes e frias a R$ 30,90 por pessoa


Um costume que se tornou tradição. Assim é o chá da tarde na Inglaterra, que virou moda no século XIX, com a duquesa de Bedford Anna Maria Russell e os lanches que a nobre senhora fazia para satisfazer a fome que sentia entre o almoço e o jantar. Mas o chá da tarde vai muito além do ritual britânico e já conquistou outros países ao redor do mundo, a exemplo dos árabes. Em locais como o Líbano, é comum, especialmente entre as mulheres, reuniões para conversar, tomar um chá e saborear um lanche.

Para proporcionar uma experiência diferenciada e oferecer mais uma opção ao público, o Empório Árabe, na 215 Asa Sul lançou o Chá da Tarde. De segunda a sábado, das 16h às 18h30, será possível apreciar, à vontade, rodadas de salgados típicos, pães sírios, pastas, geleias, tortas e doces, além de bebidas quentes e frias. Tudo a R$ 30,90 por pessoa.

As opções salgadas incluem pão árabe, brioche caseiro, amanteigados, kibes fritos e assados, esfihas abertas (carne, frango e ricota), folhado de frango, ricota fresca fatiada, manteiga, chancliche (queijo árabe), além das pastas de homus (grão-de-bico), azeitona e baba ghanouj (pasta de berinjela com tahine).

Queridinha dos árabes, a geleia também estará presente, nos sabores damasco, rosas, casca de laranja e frutas vermelhas. Para completar as opções doces, torta de maçã, brownie, bolo integral, mil-folhas de doce de leite, minibolo de chocolate, salada de frutas, doces árabes e coalhada fresca com mel.

Para acompanhar o lanche, os clientes terão direito a duas bebidas, uma quente e outra fria, a escolher entre as seguintes opções: sucos de laranja, uva com essência de rosas e melancia, chá preto com hortelã, chá do dia, café, leite, capuccino, chocolate quente e água. As bebidas extras serão cobradas à parte.



Chá da Tarde – Empório Árabe Asa Sul
Segunda a Sábado, das 16h às 18h30, no Empório Árabe da Asa Sul (215 Sul, Bloco A, Loja 3, Brasília-DF); Informações: (61) 3363-3101. Valor: R$ 30,90 por pessoa.

domingo, 19 de junho de 2016

BIALETTI LANÇA NOVO MODELO DE CAFETEIRA - LA MOKINA


A tradicional marca italiana Bialetti foi fundada em 1919, por Alfonso Bialetti, visionário que em 1933 lançou o modelo Moka, uma revolução na forma de fazer café.

Um bule de alumínio, dividido em dois compartimentos, um para a água e a outra para o pó de café, possibilitou o preparo de genuínos expressos italianos de forma manual, em poucos minutos, sem complexidade na operação ou manutenção do equipamento.

Ao longo dos anos, a criação do italiano Alfonso Bialetti consolidou-se como um ícone. A peça inclusive faz parte do acervo do MoMA – Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, por seu design.

E a cada temporada surge um novo modelo Moka, com inovações de design, funcionalidade ou cor.

A novidade agora é uma Moka em um tamanho muito especial, 40 ml, para um cafezinho somente – batizada de LA MOKINA.

Mede 12,5 cm de altura

Custa R$129,90

A marca é importada no Brasil com exclusividade pela IMELTRON

WWW.IMELTRON.COM.BR

terça-feira, 7 de junho de 2016

Belini Café - The Coffee Experience - prepara menu especial para o Dia dos Namorados



O romantismo também estará no ar no Dia dos Namorados (12/06) na Belini Café – The Coffee Experience (114 sul). Os pombinhos que passarem por lá poderão comemorar a data em grande estilo, saboreando um menu especial composto por entrada, prato principal e sobremesa (R$55 por pessoa).

Para começar, Bruschettas com tomatinhos e muçarela de búfala; de prato principal, Filé Mignon ao molho de vinho tinto e risoto de queijo da Serra Canastra e, para finalizar, o tradicional Affogato Belini – deliciosa sobremesa a base de sorvete de creme banhado no espresso.

Quem quiser garantir sua mesa, a casa está aceitando reservas (61 – 3554.9005)!



Serviço:
Belini Café – The Coffee Experience
Endereço: 114 sul – Bloco B – Loja 07
Horário de funcionamento: De terça a domingo das 9h às 22h
Telefone: (61) 3554-9005
Destak Comunicação

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Fnac do ParkShopping recebe lançamento da 2ª edição do livro "Louco por Café"



A Fnac do ParkShopping recebe, no próximo dia 08 de junho, o lançamento da 2ª edição do livro "Louco por Café", de Antonello Monardo. Com entrada franca, o evento começa às 19h30.

No Brasil desde 1996, Monardo, mantém em Brasília uma torrefação de produto gourmet, com sua marca presente em vários endereços da cidade, e uma escola para formação de baristas.

SERVIÇO:
Lançamento da 2ª Edição do livro Louco por café, de Antonello Monardo
Quando: Dia 8 de junho, quarta-feira, às 19h30
Onde: Fnac Brasília – ParkShopping
Entrada Franca e Livre para todos os públicos

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Gadio Café - Shopping Conjunto Nacional de Brasília


Fazendas do Octavio Café viram cenário para reality show internacional de baristas e profissionais do café


Um time de baristas e profissionais do café de 10 países do mundo desembarcou em Pedregulho, no interior de São Paulo, para gravar o reality show Barista & Farmer, que será gravado até hoje, 11 de maio nas fazendas do Octavio Café - na O’Coffee – Brazilian Estates -, empresa que reúne as seis fazendas produtoras e exportadoras da marca, localizadas na região de Alta Mogiana.

Criado pelo renomado barista italiano Francesco Sanapo, a competição – que aconteceu em Porto Rico em 2013 e em Honduras em 2015 – reúne os dez melhores baristas (selecionados entre mais de 200 candidaturas) para vivenciar o dia a dia de um produtor de café.

O tema da terceira edição do Barista & Farmer é sustentabilidade ambiental e a promoção do café da semente à xícara. Os finalistas participam de um curso completo, que inclui a parte botânica, plantio, cultivo, diferentes maneiras de colher café, distintos métodos de preparo (natural, descascado, despolpado, desmucilado e microlotes), armazenamento, classificação, análise sensorial, torra, experiência de degustação e todas as múltiplas possibilidades de preparo e consumo da bebida.

Durante as manhãs, os baristas conhecem o processo de produção de cafés especiais nas fazendas do Octavio Café, competem entre si, ganhando ou perdendo pontos de acordo com suas performances, enquanto à tarde têm aulas na Academia Barista & Farmer com alguns dos profissionais mais aclamados do setor. À noite ficam hospedados no Chapadão – Hospedaria do Café (www.hospedariadocafe.com.br), um hotel e casa de hóspedes do Octavio Café e O’Coffee que recebe anualmente centenas de visitantes (Convidem-me!!!). Todos os dias, câmeras acompanham os competidores e posteriormente os vídeos são transmitidos no site www.baristafarmer.com e nas redes sociais do reality show.

Nesta edição, também será preparado um documentário para promover ainda mais a cultura crescente do café, a bebida mais consumida no mundo depois da água, cuja veiculação será feita durante a feira da Associação Europeia de Cafés Especiais (SCAE, sigla em inglês) que acontecerá em Dublin, Irlanda, de 22 a 25 de junho, momento em que acontece o Campeonato Mundial de Baristas 2016.

Os baristas finalistas são: Guido Garavello, 32 anos (Itália); Miguel Angel Vera Fer-nandez, 36 (Venezuela); Jesslyn Evani, 25 (Indonésia); Nikolaos Kanakaris, 31 (Grécia); Olga Kaplina, 29 (Rússia); Amy Nake Manukyan, 26 (Armênia); Daniel Rivera, 30 (Estados Unidos); Agniesza Rojewska, 27 (Polônia) e Rosey Hill, 45 (Austrália) e Raphael Ferraz de Souza, 26 (Brasil).

Barista & Farmer é um projeto de educação único e inovador. Este ano, escolheu o Brasil, maior produtor e exportador mundial de café, para sediar a competição. “Estar neste país só é realidade graças à amizade com Edgard Bressani e parceria com a O’Coffee – Brazilian Estates. Iremos proporcionar uma experiência de alto nível para os participantes”, conta Francesco Sanapo.

Para Edgard Bressani, CEO do Octavio Café e O’Coffee, é uma honra ter as fazendas do grupo como cenário de uma competição tão importante para o setor. “Quando ofereci, em Seattle, no ano passado, nossas instalações para sediar o evento, não tinha dúvidas de que toda a cadeia se beneficia com iniciativas como esta, que estimula jovens talentos a conhecer profundamente a cadeia de produção dos cafés especiais para pensar novas e sustentáveis formas de negócio para o café. Como na O’Coffee temos a UniOctavio, uma universidade do café, este reality show tem tudo a ver com nosso dia que foca não só na produção e exportação de cafés especiais para mais de 20 países, mas também na industrialização e comercialização de café torrado e moído (Octavio Café e Don Café) e na formação em programa educacional para aprendizado da semente à xícara. Também é muito bom receber em casa grandes amigos como Francesco Sanapo, Rebecca Atienza e Sonja Grant. Estou muito feliz. É o reconhecimento de nossa dedicação e a oportunidade de mostrar nosso trabalho para estes também embaixadores do café”, diz.

Especialistas internacionais em palestras no Octavio Café

Os professores convidados desta edição do Barista & Farmer também participam de uma tarde de palestras, de 50 minutos cada, abertas ao público no Octavio Café. Será no dia 12 de maio, em 3 horários:

15h30
Francesco Sanapo: “A atitude dos baristas”

Em grande parte da Itália e, particularmente, no eixo sociocultural de Florença, onde a indústria do café espresso é firmemente institucionalizada e a cultura das cafeterias está profundamente fixada, qualquer tentativa de introduzir novos pensamentos sobre o assunto são vistos como um desafio. Francesco Sanapo, eleito o melhor barista italiano por três vezes, abriu o luxuoso Ditta Artigianale, em Via dei Neri, no centro de Florença, em 2013. O lugar era tão diferente das outras centenas de cafeterias nos arredores, que as pessoas começaram a se perguntar "isso pode existir aqui?" A resposta parece ter um sonoro sim, uma vez que Sanapo abriu recentemente uma segunda casa em Oltrarno, ainda maior que a primeira. Com restaurante no segundo andar, o serviço é bem mais forte que a casa original, mas também inclui um moderno menu de coqueteis, cafés tostados pela Ditta Artigianale e preparados de maneiras consideradas verdadeiramente progressivas

16h30
Sonja Grant: “Cafeterias e micro torrefações – A perspectiva dos baristas, proprietários e consumidores na criação de algo com suas próprias ideias e a comunicação entre o barista e o consumidor”

Uma das figuras mais queridas da comunidade internacional do café, Sonja Bjork Grant já foi conselheira no World Coffee Events e viaja pelo mundo certificando juízes internacionais e como jurada em campeonatos nacionais. Grant é envolvida com o mundo do café desde 1995, quando começou sua carreira na Kaffitar, em Reykjavik (Islândia). Desde então, tem sido parte integrante do circuito internacional do café.

17h30
Andrej Godina – “Extração de espresso e a análise sensor”

Godina é um expert do café! Vive em Florença (Itália), mas nasceu e cresceu em Trieste, o porto italiano mais importante para a importação de café verde. Ele nasceu em uma tradicional família portuária, e desde muito cedo, acompanhou seu pai na inspeção dos cafés. Godina seguiu os passos do pai e se tornou inspetor de qualidade, mas após um curto período, se apaixonou pelo mundo do café e passou a frequentar aulas específicas. Hoje, é PhD em Ciência, Tecnologia e Economia do Café na Universidade de Trieste, além de instrutor autorizado e Mestre Barista no SCAE (Speciality Coffee Association of Europe) e consultor de torrefadoras italianas e empresas de café.

Inscrições
Interessados devem enviar e-mail para cursos@octaviocafe.com. Como a iniciativa busca dar oportunidade a várias pessoas e uma vez que as palestras serão gratuitas, os participantes poderão escolher apenas uma das três palestras. “Como são apenas 40 vagas para cada apresentação, a inscrição será por ordem de recebimento. Um e-mail será enviado àqueles que entrarem em contato com o Octavio Café para inscrição, confirmando ou comunicando que a turma já foi preenchida. Por isso, façam suas inscrições o mais rápido possível”, diz Tabatha Creazo, Gerente de Qualidade e Treinamento do Octavio Café.

Sobre o Octavio Café: Localizado no coração da avenida Faria Lima, o Octavio Café, considerado um templo do café e a maior cafeteria da América Latina, proporciona aos clientes uma experiência gastronômica por meio da cultura do café. É o único do País a servir mais de 15 métodos de preparo diferentes. Moderno e sofisticado, possui um amplo cardápio, com opções de café da manhã, almoço, petiscos para o happy hour e jantar, sem contar a vasta carta de bebidas e uma boutique com utensílios e cafés especiais da marca, 100% brasileira. A qualidade dos produtos vem da excelência das etapas da produção em suas seis fazendas, localizadas na região da Alta Mogiana, interior de São Paulo, que exportam para mais de 20 países. O Octavio Café oferece diversos cursos na cafeteria e também em suas fazendas, a profissionais e apaixonados por café e possui três salas para reuniões e treinamentos, além dos espaços “Latte" e “Deck” para grandes eventos.

Olha que legal!!!

Recebi o convite para prestigiar a divulgação do resultado do campeão que será comunicado nesta sexta, dia 13 de maio, às 17h30, em um evento com a presença dos baristas e profissionais do café participantes do Barista & Farmer!!!

Achey Dygno! 

domingo, 18 de outubro de 2015

Nespresso é o café oficial do SPFW e apresenta nova máquina Pixie Clips



      Sempre em sintonia com o universo da moda e do lifestyle, a Nespresso reafirma seu caráter elegante e compõe o time de patrocinadores do São Paulo Fashion Week. Em sua 40ª edição, que volta a acontecer no Parque do Ibirapuera – Pavilhão da Bienal, a semana de moda será palco do grande lançamento Nespresso do ano: a linha Pixie Clips.

      As máquinas com painéis laterais que podem ser trocados de acordo com o ambiente de casa ou o look do dia levarão o conceito de “vista como quiser” ao evento.Entre os dias 19 a 23 de outubro, os amantes da moda poderão vislumbrar a nova Pixie Clips e degustar os 23 Grands Crus da Nespresso no corner da marca no Parque do Ibirapuera – Pavilhão da Bienal.

      A Nespresso busca sempre inovar com elegância e design modernos e, dentro dessa proposta, anuncia o grande lançamento do ano: a linha Pixie Clips. Os acessórios vendidos em todos os canais de vendas da Nespresso foram pensados para aqueles que estão sempre mudando de visual ou até mesmo a decoração de casa. 

      Os apreciadores da Nespresso poderão ​​adaptar o seu equipamento para sair do óbvio e mostrar todo estilo na hora de apreciar uma experiência suprema em café. A Pixie Clips conta com um sistema simples de encaixe, permitindo uma troca rápida dos paineis laterais.

      A Pixie Clips estará disponível a partir de 19 de outubro, por R$ 599,00, em todos os canais de vendas da Nespresso.

      Cada Pixie Clips é comercializada com dois pares de painéis, além de outros 12 modelos vendidos à parte. São quatro tendências principais para escolher: Autêntico, Divertido, Sofisticado e Artístico. Escolha seu estilo, as possibilidades são inúmeras! (os 12 modelos de painéis laterais serão comercializados a partir de R$ 70,00) 


Brasília / DF: Shopping Iguatemi

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Cafés de Brasília se unem para promover a traição!!! Faça também seu cartão INFIDELIDADE!!!

      O mercado de cafés especiais em Brasília se desenvolveu de forma significativa nos últimos anos.

      Hoje já oferece uma boa oferta de espaços que se dedicam a variados grãos e métodos de extrações e, principalmente, veem no café sua principal razão de ser.

      No entanto, entendendo como a formação de um público mais exigente com a qualidade da bebida é algo bacana para todos, o sentimento de posse em relação aos clientes passa longe de todas as cafeterias. Pensando nisso, algumas das principais cafeterias de Brasília se uniram para propor aos seus clientes que explorem o que acontece para além de seus espaços cativos. Com o “cartão infidelidade”, todo cliente é convidado a trair sua cafeteria preferida e experimentar um espresso nas outras: quem completar o roteiro das quatro, ganha o quinto espresso onde preferir! A primeira edição da promoção tem duração de um mês e só vale para espressos (o espresso de verdade, de 30 ml... meia xícara mesmo).

      A data de início do cartão, 1 de Outubro, comemora o primeiro Dia Internacional do Café. Até então cada país tinha uma data especifica para seu dia do café, que tinha sempre um domínio nacional. No ano passado a OIC (Organização Internacional do Café) decidiriu fazer uma campanha, com o hashtag #InternacionalCoffeDay e um site com uma programação que reúne eventos do mundo todo. A ideia é iniciar em 2015 uma data que tenha validade internacional para comemorarmos juntos nossa querida bebida! As cafeterias participantes são: Clandestino, Laika, Los Baristas e Objeto Encontrado e o Cartão Infidelidade pode ser adquirido em qualquer uma delas. A cada quatro espressos, desde que sejam de lugares diferentes, o quinto é gratuito e pode ser tomado até o fim do mês de outubro.


Serviço:

Onde: Clantdestino Café e Música (CLN 413, Bl D, Asa Norte),
Laika Cafés Especiais (Gilberto Salomão, QI 5, Lago Sul),
Los Baristas Casa de Cafés (SCLN 404, Bl C, Asa Norte) e
Objeto Encontrado Galeria Café (CLN 102, Bl B, Asa Norte).

Quando: de 1/10 a 31/10.

domingo, 27 de setembro de 2015

Coffee of The Year 2015 define vencedor!!!

O melhor café do ano foi revelado na noite deste sábado (26/9), na Semana Internacional do Café, em Belo Horizonte!!!



Foram 122 amostras enviadas por produtores de todo o país e provadas por classificadores nacionais, em uma análise às cegas, segundo protocolos da Specialty Coffee Association of America (SCAA). Para o Coffee of The Year (COY), foram selecionadas 10 amostras, que ficaram disponíveis para votação do público durante os três dias da Semana. 



O grande ganhador foi Clayton B. Monteiro, da Fazenda Ninho da Águia, Alto Caparaó (MG).


“Para cada ano a gente busca fazer algo diferente. Acredito que o caminho para o produtor que busca um campeonato é sempre estar trabalhando e principalmente conhecer a sua própria região. Procuro acompanhar todos os processos para a produção do café, inclusive a secagem. Essa cor aqui não é só do surf, não”, brinca Clayton.





Os outros cafés classificados para o Coffee of The Year 2015 foram:

AC Café – Fazenda Santa Rosália – Araxá (MG) – 2 ° lugar
Samuel Inácio Lopes – Sítio Pedra Redonda-Araponga (MG) – 3° lugar
Maria Simone Prock Borges – São Gonçalo do Sapucaí (MG) – 4° lugar
Simone A. D. S. Silva – Araponga (MG)- 5° lugar
José Hiroiti Okuyama- Rio Paranaíba (MG)- 6° lugar
Maria Aparecida Milagre – Araponga (MG)- 7° lugar
Tuffi Bichara-Sítio Cafezal em Flor-Monte Alegre do Sul (SP) – 8° lugar
Jésus Euzébio Lopes – Araponga (MG) – 9° lugar
FRB Agronegócios LTDA – Sítio Santa Rita-Piumhi (MG) – 10° lugar

      Todos os produtores que tiveram seus cafés classificados para o COY 2015 receberam um certificado do concurso. A iniciativa, este ano, teve o apoio da InovaCafé – Polo de Tecnologia em Qualidade do Café, da Universidade Federal de Lavras, com coordenação da professora Rosemary Gualberto Pereira.

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Bruno Lavorato

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Dia Nacional do Sorvete!

E no dia #diadosorvete fui de #freddo! # iguatemi #lavazza #nofilter



Folk & Café à tardinha!




Todo último sábado do mês, está rolando o evento Folk & Café à tardinha com a banda Green Folkies.


O evento é parte do projeto Porta Amarela, cuja proposta é trazer arte e produção cultural em geral da cidade para dentro do Ernesto Cafés Especiais. 

Neste mês (dia 26/09, às 18 horas), além da banda, o Corina Cervejas Artesanais também vai marcar presença e a artista plástica e ilustradora Luda Lima irá fazer um livepainting com aquarela.

E aí, vamos?! 
:)





ERNESTO CAFÉS ESPECIAIS
Cls 115 Bloco C Loja 14 - Brasília
[61] 9311-1575 | 3345-4182

Nespresso - Milão e Palermo



      A Nespresso volta a surpreender os amantes do café com novos Grands Crus inspirados pela rica cultura do café na Itália. O novo duo de cafés de Edição Limitada da marca é um tributo a duas cidades únicas e contrastantes: Milão e Palermo. A venda dos novos blends nomeados de Tribute to Milano e Tribute to Palermo tem início no dia 8 de setembro por até 8 semanas. A novidade estará disponível por R$ 25,00 o sleeve (embalagem com 10 cápsulas).







      A cidade de Milão, que é representada nesta Edição Limitada pelo blend Tribute to Milano é considerada por muitos como a capital italiana do design e da moda. Um café ristretto (25 ml) aromático de intensidade 9, com notas frutadas de cereais doces reflete a elegância dos milaneses. Este Grand Cru é elaborado com grãos de café arábica provenientes da América Central e da América do Sul, enriquecido com café robusta da Guatemala.



Já a cidade de Palermo convida ao café degustado sem pressa, inspirado por diferentes aromas, também como um ristretto. O Tribute to Palermo é um blend poderoso de grãos de café arábica e robusta, provenientes da África Oriental, com intensidade 11. Intenso e torrado, realça notas picantes e de cacau.

O duo de Edição Limitada Tribute to Milano e Tribute to Palermo também podem ser perfeitamente degustados com adição de leite. Desfrute de toda a intensidade do Tribute to Milano em um Latte Macchiato oferecendo-lhe um sabor mais suave, com aromas de caramelo e saboreie o Tribute to Palermo em um Cappuccino sem perder a característica desses blends de corpos persistentes e caráter poderosos.

SEMANA INTERNACIONAL DO CAFÉ MOVIMENTA CAPITAL MINEIRA




SEMANA INTERNACIONAL DO CAFÉ MOVIMENTA CAPITAL MINEIRA

Consolidada como referência nacional do café, Belo Horizonte se prepara para receber 12 mil visitantes e gerar cerca de R$ 25 milhões em negócios



A capital do estado do café já se prepara para receber o maior encontro do setor no país e um dos principais do mundo. A terceira edição da Semana Internacional do Café - SIC 2015 será de 24 a 26 de setembro, no Expominas, em Belo Horizonte, e espera 12 mil visitantes.

Para alavancar os negócios e fortalecer o segmento, a iniciativa vai contar com mais de 200 profissionais do setor, além de cerca de 100 expositores e 150 marcas, além de seminários, cursos e workshops. Com um cenário desafiador para o setor, a SIC visa impulsionar os negócios e movimentar mais de R$ 25 milhões em negócios diretos. O encontro reúne cafeicultores, torrefadores, classificadores, exportadores, compradores, fornecedores, empresários, baristas, proprietários de cafeterias e apreciadores de todo o mundo.

Promovida pela Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais – Faemg, pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae, pela Café Editora e pelo Governo de Minas Gerais, a SIC terá três eixos temáticos: Mercado & Consumo, Conhecimento & Inovação e Negócios & Empreendedorismo.

Entre os destaques da programação está o Espaço Café Brasil, que traz em sua 10ª edição uma ampla plataforma de negócios. Já para os milhares de apreciadores e apaixonados por café, a Semana Internacional do Café é a oportunidade perfeita para aprimorar o paladar e conhecer as últimas novidades e tendências do mercado. “Quem passar pela SIC vai absorver dicas de harmonizações, conhecer novos cafés que serão servidos por baristas de todo Brasil, participar de palestras ministradas por nomes de peso do setor cafeeiro nacional e internacional, e viajar pelos sabores e aromas da feira”, ressalta Caio Alonso Fontes, diretor da Café Editora.

Outro destaque é o DNA Café 2015, que realiza encontros, em formato de mesa-redonda, com representantes de diversos setores do café. Também fazem parte da agenda do evento, entre outros eventos simultâneos, o Fórum da Agricultura Sustentável, Reuniões do Educampo Café, Espaço Café+Forte, Sala de Cupping & Negócios, Coffee of the Year Brasil e o Encontro IWCA Brasil – Aliança Internacional das Mulheres do Café do Brasil. Haverá também a participação de profissionais de vários países, que apresentam conteúdos relevantes em áreas como cultivo, certificação, torra, cafeterias, tendências e negócios.

Para o superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha, a SIC aproxima os agentes da cadeia produtiva do café das principais tendências do mercado mundial. O evento também é um importante aliado nos trabalhos de divulgação das origens produtoras de café do Brasil. Esta é uma estratégia do Sebrae, em nível nacional, para valorizar o trabalho dos pequenos negócios do setor e o café brasileiro, a partir do reconhecimento das características e especificidades que diferenciam e tornam únicos os grãos de cada uma das regiões produtoras.

O presidente da Faemg, Roberto Simões, salienta que o evento é um momento de encontro do setor e de capacitação dos profissionais das diversas etapas da cadeia produtiva, sendo especialmente importante do ponto de vista das oportunidades de negócio: “Ao todo, são movimentados cerca de R$ 80 milhões, um número expressivo que revela o perfil negocial da capital do estado, que produz 20% do café consumido em todo o mundo”.

Resultados expressivos, somados à expertise adquirida ao longo das edições anteriores da Semana Internacional do Café, solidificam o evento como referência nacional e internacional. "A SIC é um evento que alcança todos os segmentos do setor e também uma excelente oportunidade para os produtores e empresários terem contato não só com os profissionais do Brasil, mas também de outros países. No cenário atual, o agronegócio é um dos destaques na economia mineira e o café é o principal produto dentro dele, o que contribui para a relevante classificação do estado e do país”, pontua o Secretario da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), João Cruz. A programação completa sobre os eventos, cursos e seminários pode ser acompanhada pelo site da Semana Internacional do Café. Inscrições e detalhes sobre cursos também estão disponíveis.


Semana Internacional do Café


Criada em 2013, a Semana Internacional do Café (SIC) tem como principal objetivo reunir toda a cadeia produtiva do setor cafeeiro – nacional e internacional – em prol do crescimento social e economicamente sustentável do café brasileiro. Sediada em Belo Horizonte - Minas Gerais, estado responsável por 50% da produção da safra nacional, o evento movimenta anualmente milhares de profissionais e apreciadores de todo o mundo. Promovida pela Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais – Faemg, pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae, pela Café Editora e pelo Governo de Minas Gerais, a SIC conta também com Patrocinadores Diamante Sistema Ocemg, Sescoop e Sistema OCB; Patrocinador Prata Sicoob Sistema Crediminas e Patrocinador Bronze Jacto.


ÚLTIMA EDIÇÃO EM NÚMEROS


12 mil visitantes

170 marcas expositoras

7 patrocinadores e 9 apoiadores de associações de café, food service, mídias e órgãos governamentais

110 compradores de café verde

56 palestrantes nacionais e internacionais e mais de 58 temas abordados


Ações

35 sessões de cupping e 1400 xícaras provadas

25 eventos simultâneos e 292 horas de conteúdo

10 cafés com pontuação 82+ concorreram ao título Coffee of the Year Brasil

40 mil cafés servidos por baristas de todo o Brasil

44 competidores nos campeonatos Brasileiro de Barista, Preparo de Café e Prova de Café


Resultados

R$ 25 milhões gerados

88 amostras de café de diversas origens produtoras para a Rodada de Negócios

Mais de 30mil visitantes nos sites do evento e mais de 150 mil visualizações

Mais de 9 mil curtidas e 14 mil seguidores nas redes sociais da SIC

Mais de 200 matérias publicadas nos principais veículos impressos e em rádio, TV e web



Mais informações sobre a Semana Internacional do Café: www.semanainternacionaldocafe.com.br/


sábado, 5 de setembro de 2015

Nove cidades que todo amante de café precisa conhecer!

      A paixão pelo café pode ser vista nos quatro cantos do mundo, mas há alguns lugares em que o interesse pelos grãos e a busca por bons cafés se destacam. Afinal, um pingado na padaria até quebra o galho, mas o prazer de tomar um café bem preparado e feito com grãos diferenciados é algo que não se tem em qualquer esquina.

      Contudo, se você estiver em uma das localizações listadas abaixo, as chances de acertar no café aumentam. Afinal, estas são nove cidades que vão agradar muito os amantes de café:

1. Londres, Inglaterra



      Na terra do chá das cinco, encontrar boas cafeterias é mais fácil do que você imagina. Apesar de ainda estar muito conectada ao chá, Londres vem desenvolvendo uma forte cultura do café, especialmente na área leste da cidade, onde você encontra cafeterias de qualidade. Na capital inglesa, o chamado “flat white“, café que consiste em uma dose dupla de espresso com uma fina camada de leite, e o cappuccino são os tipos mais pedidos.

2. Melbourne, Austrália



      Há quem diga que é impossível beber uma xícara de café ruim em Melbourne. A cidade, que é casa de um evento anual voltado apenas para o café, é conhecia por suas diversas cafeterias, sempre prontas para servir o famoso Piccolo latte – como o próprio nome sugere, um latte em “miniatura”, servido em uma xícara de 100 ml.

3. Reykjavik, Islândia



      No ranking de maiores bebedores de café no mundo, a Islândia vem logo atrás do primeiro lugar, a Holanda. Não é à toa que as cafeterias na capital Reuykjavik têm se multiplicado, bem como a exigência do paladar dos islandeses. O destaque fica por conta das pequenas beneficiadoras de café, já que o país não conta com grandes empresas no ramo. Com isso, aumenta-se a concorrência e a criatividade quando o assunto é café. Latte ou cappuccino são recomendados pelos islandeses.

4. São Paulo, Brasil



      O hábito do café com leite pela manhã e do cafezinho pós-almoço está evoluindo na capital paulista. Cafeterias especializadas têm atraído paladares em busca de novas sensações. O café, que tanto faz parte do dia a dia do brasileiro, ganha nova cara e sabor nos diversos tipos apresentados nos cardápios. O cappuccino é o mais conhecido, mas basta que se acostume a essa nova forma de apreciar o café para que o gosto do paulista já fique mais apurado.

5. Roma, Itália


      Será que existe alguém na Itália que não tenha o hábito de tomar café? Talvez, mas o café está tão conectado ao país que chega a ser difícil de acreditar! Embora há algumas cafeterias italianas que ainda resistam à adoção de novas técnicas para o preparo do café, Roma é uma cidade em que é difícil errar a escolha do café. Espalhadas pela região do Panteão e na Fontana di Trevi, as cafeterias oferecem o famoso espresso. Afinal, como ditam os bons costumes, café com leite é apenas para o café da manhã.

6. Singapura



      Se o modo “old school” de se fazer café ainda resiste em algumas partes da Itália, em Singapura não é diferente. Novas técnicas e tipos de café começam aos poucos a adentrar a cultura da cidade. Prova disso é a paixão dos singapurianos pela chamada “latte art“, os desenhos feitos no espresso, Latte, mocha ou o bom e velho cappuccino podem ser degustados por lá.

7. Seattle, EUA



      Esqueça as “fast-cafeterias”: é possível apreciar bons cafés em Seattle. A cidade tem uma cultura bem desenvolvida do café, no sentido de oferecer boas cafeterias e consumidores com paladar apurado. Isso permite, assim como em Reuykjavik, uma concorrência maior, gerando mais qualidade e criatividade. Espresso e cappuccino são as pedidas certas!

8. Viena, Áustria



      As cafeterias de Viena, conhecidas como Kaffeehaus, são tão importantes que foram tombadas pela UNESCO em 2011. Antigos e muito elegantes, esses espaços costumam ser usados para reunir amigos no dia a dia. Apesar de serem chamados de “cafeterias”, estes estabelecimentos costumavam focar mais nos bolos e doces servidos do que no café em si, cenário que tem mudado nos últimos anos. Viena foi a sede do Campeonato Mundial de Baristas em 2012 e tem se provado uma verdadeira amante do café. Existe até um tipo da bebida que foi batizado de “Vienner Melange”, uma espécie de cappuccino coberto com creme. Vale provar!

9. Wellington, Nova Zelândia



      Esta é a terra do “flat white”, a dose dupla de espresso com uma fina camada de leite que também é famosa em Londres. Em Wellington, quem entra em uma cafeteria costuma ser exigente e os baristas não costumam decepcionar. A paixão pelo café é o que move o segmento local de negócios envolvendo a bebida e dá chances para que o “flat white” seja ainda mais saboroso.



By TRES, a máquina multibebidas da 3 Corações.